Problemas fora do ar

Sem frente de capítulos, Em Família já tem correria nos bastidores

Reprodução/TV Globo
Reynaldo Gianecchini (Cadu) em cena gravada ontem (24) em uma praia do Rio para Em Família
Por MÁRCIA PEREIRA, em 25/02/2014 · Atualizado às 06h43

A novela Em Família não tem nem um mês no ar (estreou em 3 de fevereiro) e já enfrenta problemas por falta de frente de capítulos. A trama das nove da Globo tem só uma semana de cenas gravadas e o elenco já sente a correria nos bastidores. Alguns atores são convocados para gravar em cima da hora e, com isso, precisam desmarcar compromissos.

Ontem (24), Reynaldo Gianecchini gravou com Vitor Figueiredo, que faz seu filho (Ivan) no folhetim, em uma praia carioca uma cena em que os dois jogam bola. A sequência está prevista para ir ao ar no próximo dia 5. A emissora, que fornece os resumos dos capítulos, também não enviou à imprensa o que vai acontecer na novela entre os dias 6 e 8 de março, diferentemente das demais tramas. Isso porque os capítulos desses dias não haviam sido entregues pelo autor Manoel Carlos até a última sexta.

Um dos fatores que gerou esse corre-corre nos bastidores foi a “acelerada” que a Globo deu na segunda fase de Em Família, diminuindo-a de 12 para sete capítulos por conta da audiência insatisfatória que a trama obteve na primeira semana _30 pontos no Ibope. Cada ponte equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.

Além disso, a edição da trama se mostra mais rápida do que o conteúdo previsto para ir ao ar. No último sábado (22), foram ao ar cenas que deveriam ter sido exibidas nesta segunda-feira (24), como a de Cadu (Reynaldo Gianecchini) encontrando um lugar para o seu restaurante, a de Marina (Tainá Müller) convidando Clara (Giovanna Antonelli) para posar nua com o marido e a de Giselle (Agatha Moreira) ganhando um carro de Branca (Angela Vieira).

Diante das alterações recentes, a cena em que Cadu joga bola com Ivan pode ir ao ar antes do dia 5. Na sequência, o personagem de Gianecchini vai se sentir mal, ficará muito cansado com a brincadeira com o filho e o seu mal-estar deixará Ivan assustado. O menino até vai falar que o pai de um amiguinho dele teve um “troço” enquanto andava no calçadão e morreu.

Esse é o primeiro sinal de uma doença que Cadu vai descobrir mais para a frente. O autor Manoel Carlos ainda não confirma, mas pode ser o mesmo tipo de câncer que Gianecchini enfrentou na vida real.

A Comunicação da Globo informa que o cronograma de gravação segue como previsto. “A cena de Gianecchini foi gravada hoje [ontem, 24] e vai ao ar daqui a nove dias, na quarta-feira, dia 5, o que está longe de caracterizar falta de frente”, declarou por e-mail.

LEIA TAMBÉM:

Globo confirma encurtamento de Em Família, mas culpa a Copa

Filha de Nando Reis terá programa na Gazeta, que será reformulada

Agora É Tarde com Rafinha Bastos estreia antes de Gentili no SBT

BBB 14 se recupera, mas perde pela quarta vez para Silvio Santos

Após derrubar Sai do Chão, Naldo iguala recorde negativo na Record

Roberto Carlos recebe chuva de críticas ao fazer anúncio de carne

Globo deve encurtar Em Família, e novela terminará logo após Copa

Em Família: Cicatriz mutante de Virgílio muda de lugar e cor

'Dessa vez eu volto com um novelão', diz autor Aguinaldo Silva

Fátima Bernardes vende linguiça e pizza em estreia na propaganda


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Compartilhe:

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links.

Boca suja

O lateral Fabiano, da Chapecoense, soltou um palavrão no canal pago PFC ao criticar o gramado da Arena Corinthians após o primeiro tempo do jogo contra o time paulista, nesta quinta (18). "A grama é baixa e a bola corre para caralho", disparou. A repórter Fabíola Andrade o repreendeu: "Palavrão não pode". O narrador Odinei Ribeiro ironizou o xingamento: Muito bem, Fabiano, depois você vai ver o que falou em casa".